Clipping: Caixa Agrícola e CEVAL celebram protocolo | CEVAL
17428
post-template-default,single,single-post,postid-17428,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Clipping: Caixa Agrícola e CEVAL celebram protocolo

Clipping: Caixa Agrícola e CEVAL celebram protocolo

A CEVAL – Confederação Empresarial do Alto Minho e o Crédito Agrícola do Noroeste lançaram uma linha de crédito de apoio às PME’s do Alto Minho, no valor de um milhão de euros.

De acordo com Luís Ceia, presidente da Associação Empresarial de Viana do Castelo e da CEVAL – que representa cinco das associações empresariais existentes no Alto Minho — entre 30 a 40 microempresas poderão ter nesta linha de crédito uma oportunidade para viabilizar os seus negócios.

Nesse sentido, notou que há PME’s com dificuldades de acesso ao crédito e, não obstante os valores não serem substanciais, são decisivos no desempenho da empresa.

Já Correia da Silva, diretor executivo da Caixa Agrícola do Noroeste, observou que ter acesso a esta linha de crédito passa por uma análise de risco, e este será concedido se, após essa análise, seja considerado aceitável para a operação de financiamento.

“Este protocolo vai permitir às empresas ter acesso a investimento ou fundo de maneio a taxas mais reduzidas, assim como a seguros e outros serviços bancários em condições mais favoráveis” – referiu.
“Abre-se aqui um leque para os atuais e futuros clientes usufruírem desta linha”, acrescentou, admitindo que este protocolo possa ser renovado. “Se a execução correr muito bem, poderemos alocar outro montante, eventualmente outro milhão” – concluiu.

 



Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
%d bloggers like this: