Estatísticas do Turismo 2017 | CEVAL
24178
post-template-default,single,single-post,postid-24178,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Estatísticas do Turismo 2017

Estatísticas do Turismo 2017

Estatísticas do Turismo 2017

INE

A publicação “Estatísticas do Turismo 2017” apresenta conteúdos relativos ao enquadramento económico bem como à atividade turística na perspetiva da oferta e da procura.
No enquadramento económico são apresentadas informações de fontes diversas, designadamente do Fundo Monetário Internacional, Eurostat, Organização Mundial de Turismo e Banco de Portugal.
No que respeita à oferta e ocupação de alojamento turístico, são apresentados resultados tanto para a globalidade do setor como de acordo com os três segmentos de alojamento: estabelecimentos hoteleiros, turismo no espaço rural/de habitação e ainda o alojamento local. Divulgam-se igualmente resultados de campismo, bem como de colónias de férias e pousadas da juventude.
Relativamente à procura turística, são divulgados os resultados do Inquérito às Deslocações dos Residentes, nomeadamente sobre a população que efetuou deslocações turísticas e a caracterização dessas viagens, a que se juntam as deslocações em excursionismo (viagens de um só dia).
Na atividade de alojamento turístico em Portugal: hotelaria, turismo no espaço rural/habitação e alojamento local, registaram-se, em 2017:
– 24,1 milhões de hóspedes (+12,9%; +11,1% no ano anterior) e
– 65,8 milhões de dormidas (+10,8%; +11,6% em 2016).
O segmento dos estabelecimentos hoteleiros registou:
– 19,8 milhões de hóspedes (+10,1%) e
– 55,7 milhões de dormidas (+8,4%).
Na hotelaria, as dormidas dos residentes (15,0 milhões) desaceleraram ligeiramente para +5,4% (+6,3% em 2016) e as de não residentes (40,7 milhões; 73,1% do total) aumentaram 9,6%, também menos expressivamente que no ano anterior (+12,1% em 2016).
O rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) na hotelaria foi 51,7 euros (+15,8%), tendo os proveitos totais e de aposento aumentado 17,7% e 19,6%, respetivamente.
Relativamente à procura turística dos residentes, realizaram-se 21,2 milhões de viagens turísticas em 2017, o que se traduziu num aumento de 5,0% (+5,4% em 2016). As viagens de lazer, recreio ou férias representaram 45,2% do total, ultrapassando o número de deslocações para visita a familiares e amigos (44,0%).
Em ANEXO encontra disponível o Destaque Estatísticas do Turismo 2017 a partir do qual poderá aceder à publicação Estatísticas do Turismo 2017 que disponibiliza um vasto conjunto de indicadores sobre a atividade turística em Portugal, nas vertentes de oferta e ocupação de alojamento turístico, bem como de procura turística dos residentes, no ano de 2017.

Anexo

03/08/2018

Fonte:INE

Partilhar:



Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
%d bloggers like this: