Vamos dar luz a Moçambique - CEVAL
25905
post-template-default,single,single-post,postid-25905,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Vamos dar luz a Moçambique

Vamos dar luz a Moçambique

A Causa Real solidariza-se com o povo moçambicano, intimamente ligado ao povo português através dos laços da lusofonia, colaborando nesta Causa Maior de apoio às vítimas do Ciclone Idai, na zona da Beira, que assim se chama em honra do Príncipe da Beira, Dom Luís Filipe – que foi o primeiro membro da família real portuguesa a visitar Moçambique e, em 1907, levou, em mão, o decreto real que concedia à Beira (originalmente chamada Chiveve) o estatuto de cidade.

A situação mantém-se crítica. As estradas ficaram muito danificadas, quase todas as pontes têm sinais de destruição ou desapareceram por completo. Falta comida nos centros de abrigo e muitos milhares continuam sem electricidade (nas aldeias da Beira a energia era proporcionada por geradores, que foram levados pelas cheias).
Num gesto duplamente simbólico de apoio e de esperança no futuro, iniciamos hoje, uma campanha de recolha de velas e de lanternas (preferencialmente lanternas de dínamo, lanternas solar e dínamo) para serem enviadas ao povo irmão de Moçambique que tanto delas, agora, também precisa.

A iniciativa partiu das nossas estruturas locais – as Reais Associações de Braga e Viana do Castelo – em colaboração com a Associação Cultural Luso-Moçambicana, a Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL) e a Paínhas, S. A., empresa cujo lema é «juntos somos + energia» – podendo estender-se a outros pontos do país.

A Luz para Moçambique pode ser entregue nos seguintes locais:
Braga:
Igreja da Lapa (disponibilizada para o efeito pela Milícia de Santa Maria Portugal) – à 2ª e 35ª feira, das 16 às 18h.
Viana do Castelo:
– Sede da CEVAL, Largo João Tomás da Costa, n.° 41 – de 2ª a 6ª feira, das 8.30-12.30 e das 14.30-17.30.
– Sede do Grupo Paínhas (PA Grupo), Av.ª Conde da Carreira, n.º 11 – de 2ª a 6ª feira, das 8.30-12.30 e das 14.30-18.00.
– Paínhas, S. A., Zona Industrial 2ª Fase, Lote 11 – S. Romão do Neiva – de 2ª a 6ª feira, das 8.30-12.30 e das 14.30-18.30.
Para quem preferir apoiar monetariamente, a Causa Real vai colaborar com a Fundação à Igreja que Sofre (Fundação AIS), apelando a todos os simpatizantes que enviem os seus donativos através do IBAN PT50 0269 0109 0020 0029 1608 8.



Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
%d bloggers like this: