Viana do Castelo pode integrar missão empresarial à Argentina | CEVAL
20629
post-template-default,single,single-post,postid-20629,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Viana do Castelo pode integrar missão empresarial à Argentina

Viana do Castelo pode integrar missão empresarial à Argentina

de Andrea Cruz (RAM)

Uma delegação de Viana do Castelo pode vir a integrar, em outubro, uma missão empresarial que está a ser preparada pela Câmara de Lisboa à Argentina. O anúncio foi feito, hoje, à RAM pelo presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, José Maria Costa e pelo embaixador da Argentina em Portugal, Oscar Moscariello.

Os dois responsáveis participaram num encontro promovido pela CIM do Alto Minho e pela Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL).

Intitulado “Alto Minho INVEST”, o encontro serviu para abordar a questão da atração de investimento estrangeiro para o Alto Minho e os setores empresariais com maior potencial de internacionalização, bem como conselhos de sucesso para as relações comerciais com a Argentina.



No final, em declarações à RAM, José Maria Costa, afirmou que “o mercado da Argentina é ainda  desconhecido na região embora cerca de 20 empresas alto minhotas já exportem para aquele país”.

O líder da CIM do Alto Minho e autarca de Viana do Castelo adiantou que o encontro de hoje permitiu identificar às de cooperação as energias renováveis, metalomecânica, turismo, entre outras.

José Maria Costa adiantou que o intercâmbio na área do ensino superior é outra das prioridades uma vez que o “Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) está a promover a atração de alunos estrangeiro para o nosso território”.

“Este encontro foi muito importante para promover o território e criar condições para que as nossas empresas se internacionalizem, criando pontes através da embaixada da Argentina em Portugal”, destacou.

José Maria Costa sublinhou como um dos principais atrativos ao investimento argentino “a proximidade do Alto Minho à a Galiza, um mercado com mais de sete milhões de habitantes

O turismo é outra das áreas que o autarca destacou adiantando que “a seguir aos brasileiros são os argentinos quem faz mais turismo na Europa”.



Dados reforçados pelo embaixador da Argentina em Portugal, Oscar Moscariello que classificou o encontro de hoje como de “muito positivo”.

“Iniciamos um processo de conhecimento mútuo para estabelecermos um intercambio futuro muito promissor entre os dois países”.



O presidente da CEVAL, Luís Ceia revelou que da reunião de hoje resultou “a proposta de criação um grupo de trabalho, constituído pelo conselheiro da embaixada da Argentina, a CIM do Alto Minho e a confederação empresarial da região para estudar o   desenvolvimento de atividades futuras”.

 

Fotos : Ricardo Sousa-RAM/DR

Fonte: Rádio Alto Minho



Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
%d bloggers like this: