Viana do Castelo acolhe conferência internacional “Vital Regions: Fixação e Atração de Talentos como Fator de Desenvolvimento Territorial” - CEVAL
17081
post-template-default,single,single-post,postid-17081,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Viana do Castelo acolhe conferência internacional “Vital Regions: Fixação e Atração de Talentos como Fator de Desenvolvimento Territorial”

Viana do Castelo acolhe conferência internacional “Vital Regions: Fixação e Atração de Talentos como Fator de Desenvolvimento Territorial”

A Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL), em colaboração com o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) e o Programa Operacional para a Inclusão Social e Emprego (POISE), promoveram no dia de ontem, quinta-feira, numa unidade hoteleira, em Viana do Castelo, a conferência internacional “Vital Regions: fixação e atração de talentos como fator de desenvolvimento territorial”.

 

O tema desta conferência está estreitamente relacionado com a desertificação de vastas zonas do território do Alto Minho e com a insuficiência de pensamento estratégico para lhe fazer face, bem como com a necessidade de clarificação dos problemas e a procura de soluções adequadas. Serão apresentados exemplos de regiões bem-sucedidas na fixação de populações jovens. Um dos exemplos é uma região da Austrália que foi fustigada por violentos incêndios em 2009 e na qual foi implementada uma estratégia de reconstrução e de fixação das populações.

A iniciativa contou com o conhecimento e experiência de um reputado painel de especialistas nacionais e internacionais sobre esta temática, com destaque para Christine Nixon (Austrália), presidente da Victorian Bushfire Reconstruction and Recovery Authority (2009/2010), que liderou a equipa responsável pela reconstrução e recuperação de Victoria, e que envolveu, entre outros, as 109 comunidades afetadas pelos incêndios de 2009; Robyn Webb (Canadá), diretora executiva do National Connector Program da Halifax Partnership, instituição que tem como objetivo a dinamização de iniciativas de atração e retenção de talentos no território. Ainda, de salientar oradores como José Silva Peneda, Paulo Pedroso, Luís Braga da Cruz, Sylvain Giguère, Harri Hyvonen e outros representantes de entidades ligadas à educação, ao tecido empresarial e aos territórios.



Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
%d bloggers like this: