CEVAL | Empreendedores que percebem falhas e superam limitações
16882
post-template-default,single,single-post,postid-16882,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,transparent_content,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Empreendedores que percebem falhas e superam limitações

Empreendedores que percebem falhas e superam limitações

Especial Novo Rumo a Norte no JN #16

As sessões coletivas de “mentoring” e “coaching” do projeto Novo Rumo a Norte (NRN) são espaço de maturação de ideias e de crescimento pessoal para os empreendedores e empresários que nelas participam.
Ali não há certezas absolutas. Anteriores opções geram dúvidas e cedo se reequacionam. Só está garantida a partilha do conhecimento de cada um, método que a todos aproveita.

Foi este o retrato que pudemos tirar numa das sessões em curso, em Viana do Castelo.

Teresa e Amanda estão a um passo de abrira empresa, mas Duarte Vaz já o fez. Tem formação em engenharia e quando decidiu transformar a sua ideia em negócio não hesitou em procurar apoio nas áreas da gestão e do marketing. Fez um MBA executivo e encontrou um mentor que o tem ajudado.
No inicio do ano, abriu a Atlanse Portugal Soluções de Tecnologia de Informação, em Viana do Castelo, e a colaboração com mentores externos
e o Instituto Politécnico local tem sido essencial para encontrar “potenciais desafios e oportunidades”. Desse modo, o negócio crescerá de forma
sustentável”, confia o CEO e cofundador da empresa.

Leia mais na página especial JN do Novo Rumo a Norteque lhe disponibilizamos em Anexo.

 16/11/2017



Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
%d bloggers like this: