PRÉMIO CARREIRA ALTO MINHO ATIVAR IPVC CONSAGRA MÓVEIS CARLA E DOÇARIA CENTRAL

O Prémio Carreira Alto Minho Ativar IPVC Business Awards 2020 distinguiu este ano a empresa Móveis Carla, de Domingos Silva, de Viana do Castelo, e a Doçaria Central, em Arcos de Valdevez, de Alzira Galvão.

Estas duas distinções fecharam a edição 2020 da Gala Alto Minho Ativar IPVC Business Awards 2020 que terminou esta madrugada no centro cultural de Viana do Castelo.

Cerca de 300 pessoas, entre convidados e empresas, marcaram presença no evento que premeia o “melhor do mundo científico, tecnológico e empresarial” do distrito é promovido pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e pela Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL), com o apoio da Comunidade Intermunicipal (CIM) Alto Minho.

Na Gala Alto Minho Ativar IPVC Business Awards 2020 foram entregues um total de 10 prémios numa decisão tomada por um júri composto por várias entidades da região.

A empresa vencedora na categoria de INOVAÇÃO DO PRODUTO ATIVAR foi a Aromáticas Vivas, de Viana do Castelo.

Na categoria INOVAÇÃO DE PROCESSO, o prémio foi atribuído à Associação de Dadores de Sangue da Meadela.

Já com o Prémio INOVAÇÃO EM MARKETING foi distinguida a Empresa Portugal Active.

Na categoria de INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL a empresa Blisq Creative, de Viana do Castelo, foi a vencedora.

O Grupo Ghost arrecadou o prémio INTERNACIONALIZAÇÃO e o prémio de EMPREENDEDORISMO foi atribuído à empresa Granifinas.

O prémio para a INSTITUIÇÃO DE MÉRITO REGIONAL deste ano foi entregue à Cooperativa Agrícola dos Arcos de Valdevez e Ponte da Barca.

O prémio EVENTO DO ANO de 2019 distinguiu a Feira do Alvarinho de Monção.

Com o prémio ASSOCIATIVISMO foi galardoado Luís Miguel Ribeiro, Presidente da Associação Empresarial de Portugal.

A Gala Alto Minho Ativar IPVC Business Awards 2020 abriu com os discursos das entidades organizadoras do evento.

O presidente da CEVAL  foi o primeiro a usar da palavra. Luís Ceia destacou realçou a importância de um evento cujo principal objetivo é reforçar a ligação entre o meio académico e o tecido empresarial da região com ações que potenciam a investigação, a transferência de conhecimento e a tecnologia.

A GALA ficou ainda marcada pelo lançamento de uma plataforma digital colaborativa que agrega toda a informação relacionada com as atividades de I&D do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Na apresentação da nova ferramenta que envolve mais de 200 investigadores, mobilizados em 51 projetos, o presidente do IPVC, Carlos Rodrigues sublinhou que o objetivo passa por promover as competências humanas e materiais existentes e os projetos que o politécnico se encontra a desenvolver.

O secretário de Estado do Planeamento, José Mendes, apontou aquela plataforma como um “exemplo” para melhorar o relacionamento entre o mundo científico e o tecido empresarial.

“O IPVC é na minha opinião o grande ativo público de desenvolvimento da região. Esta ligação com as empresas é importante. Nesta região há empresas competitivas que podem trazer conhecimento e, ao mesmo tempo, levar o IPVC a preparar quadrados altamente qualificados para essas empresas”, destacou José Mendes.

O presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, realçou a importância do IPVC na capacitação dos recursos humanos da região.

“O IPVC é um fator de dinamização do conhecimento que pode potenciar ainda mais as empresas”, disse o socialista José Maria Costa.

 

Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish